A Prefeitura de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, publicou nesta segunda-feira (13), um novo decreto, que autoriza o funcionamento de estabelecimentos comerciais que prestam serviços importantes para a população, como:

– clínicas odontológicas que atendem casos emergenciais
– lojas que vendem equipamentos de proteção individual (EPIs) – óticas
– armarinhos
– gráficas
– comércios que fornecem peças para manutenção de veículos

Porém, segundo o procurador geral do município, Bruno Cypriano, as exigências para evitar a propagação da Covid-19 nessas lojas ficarão ainda mais severas.”Os lojistas terão que fornecer máscaras de descartáveis para os clientes e afixar o número máximo de consumidores que poderão receber, mantendo a distância de um cliente por 4 metros quadrados de área útil, além de cumprir com as outras regras estabelecidas anteriormente”, ressaltou.

De acordo com Cypriano, a fiscalização no comércio da cidade será intensificada a partir desta terça-feira (14). Para isso, o governo municipal vai aumentar as equipes que irão a campo conferir se os lojistas estão cumprindo o decreto municipal. “Percebemos que, na primeira semana após a publicação do decreto, as pessoas estavam cumprindo a determinação, mas depois houve um relaxamento de boa parte da população. Por isso, vamos intensificar a fiscalização e aumentar de 15 para 20 as equipes que irão percorrer as lojas da cidade e conferir se o decreto municipal está sendo cumprido”, disse.

Covid19 , Por: O Tempo Betim | Publicado em: 14/04/2020 10:04:00

× Como posso te ajudar?